28 de jun de 2010

A força da Internet na campanha eleitoral 2010

extraído de:http://opovo.uol.com.br

"Não estamos preocupados com a Internet"

Alessander Sales, em entrevista ao programa Coletiva, na TV O POVO, minimizou a importância da Internet na próxima campanha eleitoral e destacou que a prioridade será o acompanhamento das mídias tradicionais
“Nós não estamos preocupados com a Internet. Sinceramente, estamos mais preocupados como essas informações podem ser usadas”, disse Alessander, responsável por coordenar a fiscalização das eleições no Ceará, referindo-se à exploração que TVs, rádios e jornais fazem do que circula em sites, blogs e redes sociais.

A avaliação do procurador eleitoral, feita no programa Coletiva, da TV O POVO, que foi ao ar ontem, vai na contramão do que acredita a maioria dos analistas. Para cientistas políticos e profissionais da comunicação, a Internet pode não ser decisiva, mas terá grande influência nas campanhas eleitorais desde ano.
Alessander admite, entretanto, que a rede de computadores mundial tem aspectos bons e ruins no processo político: “A Internet agora pode funcionar de duas formas: como arrecadação de recursos lícitos para a campanha e como forma para fazer propagandas positivas e negativas”, observou ele.
O procurador rebateu as críticas feitas à Justiça Eleitoral, que, por conta da omissão do Congresso Nacional, acaba baixando muitas das regras das campanhas. “Eu prefiro a regulamentação do TSE à ausência de regulamentação”, afirmou. “A ausência de regulamento é o caos”.

Sobre a lei da Ficha Limpa, a principal novidade destas eleições, Alessander afirmou que, além da exclusão, em si, de muitos políticos condenados, a lei pode ter efeito pedagógico na cultura política brasileira. “Temos de começar a criar na sociedade brasileira a ideia de que a política é para as pessoas de bem”, frisou.

Mais em http://opovo.uol.com.br/app/o-povo/politica/2010/06/28/int_politica,2014686/nao-estamos-preocupados-com-a-internet.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
Agradeço pelo comentário.
Sua participações é importante para nosso trabalho Granja Ceará.
Obrigado!

*Comentários anônimos poderão ser recusados/excluídos. Por isso use sempre nome e e-mail válido para comentar.

Não faça comentários de cunho preconceituoso, respeite os Direitos Humanos.