Patrimônio Ameaçado: demolição de casa na Pessoa Anta

Não é de hoje que tenho denunciado a destruição dos casarões antigo da cidade de Granja. Muitos são demolidos para abrigar estabelecimentos comerciais, uma visão totalmente errônea de que é preciso destruir para construir. Essa tipo de pensamento não encontra espaço na realidade, outro dia estive em Viçosa do Ceará e percebi diversos casarões abrigando os mais diferentes estabelecimentos comerciais, desde o bar da esquina ao restaurante, sem causar prejuízo aos proprietários.

Deixo aqui meu apelo aos comerciantes e empresários do município de Granja/CE: não destruam nosso Patrimônio Material, estudem sobre marketing cultural e perceberão que ao agregar valor histórico-cultural à sua marca e ou produto fará a diferença.

Na foto abaixo vemos a demolição de uma casa antiga, próximo ao prédio da Casa de Cultura.



Por que as empresas fazem marketing cultural?
Ele vem ganhando força no meio empresarial porque apresenta soluções relativamente baratas a três novas exigências do mercado: 1) necessidade de diferenciação das marcas; 2) diversificação do mix de comunicação das empresas para melhor atingir seu público; e 3) necessidade das empresas se posicionarem como socialmente responsáveis. Ao patrocinar um projeto cultural a empresa se diferencia das demais a partir do momento em que toma para si determinados valores relativos àquele projeto (por exemplo tradição, modernidade, competência, criatividade, popularidade etc.). Também amplia a forma como se comunica com seu público alvo e mostra para a sociedade que não está encastelada em torno da sua lucratividade e de seus negócios. fonte: http://www.marketingcultural.com.br

Comentários

Mais acessadas