A esperança venceu o medo e a verdade vence a mentira

Na eleição de 2002, em que o Lula disputou a presidência com o Serra, este candidato explorou muito a tática do medo e do preconceito. Seu grupo continuava a dizer que o Lula era um sapo barbudo, operário de fábrica, retirante nordestino, semi-analfabeto, que não estava preparado para ser presidente, se fosse eleito, seria um desastre para o Brasil, que o Lula ia incentivar o MST a invadir as propriedades rurais. Ao mesmo tempo, o Serra dizia que era o mais preparado e se vangloriava com o seu vasto Currículo. Porém, o povo não foi na conversa, a esperança venceu o medo e o povo elegeu Lula, o primeiro operário presidente da República. Acontece que o Lula, analfabeto como eles diziam realizou a maior revolução social que o País conquistou e que o Sociólogo preparado FHC não conseguiu realizar nos oito anos de mandato.

Hoje, oito anos depois, o Serra continua repetindo a mesma ladainha, se achando o mais preparado, acrescentando ao seu vasto currículo mais dois itens, como Prefeito de São Paulo e Governador Paulista. Estes sacanas, quando estavam no governo se beneficiaram o tempo todo da CPMF, mas quando perderam a eleição, trataram logo de derrubá-la para prejudicar o governo Lula, mas prejudicaram mesmo foi o povo brasileiro, especialmente os mais pobres que precisam do SUS. Mas esta sangria anual de R$ 20 bilhões na Saúde que o PSDB provocou com a derrubada da CPMF, pensando em tirar proveito agora na eleição, começando com críticas ao Setor da Saúde, parece que teve efeito contrário, pois o governo Lula continua investindo na Saúde e construindo UPAs e hospitais, para melhor atender ao povo, com recursos do PAC, enquanto eles parecem perdidos e mais desesperados ainda, atacando a sua adversária com mentiras, dizendo que a Dilma apóia a guerrilha das FARCs na Colômbia, é ligada ao MST, é anticristã e favorável ao aborto. Mas a verdade vence a mentira e o povo segue no caminho de Lula para eleger Dilma, a primeira mulher presidente da República.

Vale destacar a hipocrisia de Serra. Ele que sempre criticou o Bolsa Família como eleitoreiro, agora tenta enganar o povo, prometendo até o 13º do Bolsa Família. Dá para acreditar?

Agora, não é mentira não, foi o próprio Senador Sérgio Guerra, presidente nacional do PSDB, quem declarou na Veja de Dezembro de 2009 que se o seu partido ganhar a eleição, irá mexer no câmbio, e o PAC será extinto, porque é eleitoreiro. Isto significa parar o País com um festival de obras inacabadas, provocando desemprego aos milhares, inclusive abandonar a ferrovia transnordestina e sobretudo acabar com a transposição do Rio São Francisco. É bom que se diga que esta obra não é eleitoreira, mas de grande alcance social, pois vem melhorar as condições de vida de 12 milhões de nordestinos, povo tão sofrido que tanto precisa do apoio governamental.

Considerando o anseio de cada um dos os prefeitos que é lutar por aumento de recursos para o seu município, temos a registrar que o prefeito Esmerino Arruda, de Granja/CE, abandonou o Serra e aderiu à candidata Dilma Rousseff. Se os prefeitos do interior refletissem e tivessem a mesma visão do Esmerino, a grande maioria haveria de fazer campanha pró-Dilma, porque ela é a garantia de que o Brasil continuará crescendo, inclusive com aumento dos repasses da União para os municípios, via FPM e também continuará reduzindo as desigualdades regionais, com uma distribuição justa e igualitária dos royalties do Pré-Sal.


*Economista

Top 5

OPORTUNIDADES: Saiu edital para seleção temporária da prefeitura de Granja/CE

Prefeitura de Granja lança edital para contratação de temporários 2017

Entidades de direitos humanos se manifestam sobre crise no Ceará

LITERATURA: Será lançado nesta quarta-feira o Livro Padre Osvaldo - Coletânea de Sermões