Serra rezando na Basílica de São Francisco em Canindé

imagem ilustrativa/google
Os fariseus gostam de aparecer e sempre ocupam os primeiros lugares nas sinagogas, ou melhor na igreja, fingindo que são do bem. Tendo a mesma postura, sobre o episódio ocorrido na Basílica de São Francisco em Canindé/CE, os personagens Serra e Tasso ocuparam os bancos da frente, enquanto a militância paga distribuía panfletos na Igreja e nos seus arredores, difamando Dilma, dizendo que ela apoiava a guerrilha das FARCs e era favorável ao aborto. O padre que presidia a celebração da Santa Missa, frei Francisco Gonçalves, do convento de Pesqueira, vendo o alvoroço que se formou em torno daqueles fariseus, os quais procuravam desviar o foco das atenções para eles, repreendeu a todos, dizendo que a Igreja não é lugar de se fazer política, mas sim de escutar a Palavra de Deus e de adorar o Senhor Jesus na Santa Eucaristia.

Sentindo-se ofendidos, aqueles tucanos saíram bicando pra todo lado, foram discutir com o padre, dizendo que o padre era petista e que trazia problemas para a Igreja. Serra hoje, diz que é a favor da vida e contra o aborto, mas em 1998, quando ele era Ministro da Saúde, o qual manipulava vultosos recursos oriundos da CPMF, ele assinou norma técnica para o SUS (Sistema Único de Saúde), ordenando regras para fazer abortos previstos em lei, até o 5º mês de gravidez. Dá para acreditar num candidato deste que somente agora é o mais religioso e santo de todos? Eles só vieram extinguir a CPMF, no governo Lula, para prejudicá-lo. Difamando Dilma Rousseff, ele agora prega que é do bem. Dilma é que é do mal.

Alfredo Beviláqua

Comentários

  1. Pois é, nessa eleição fez até a Dilma ir a festa de Nossa Senhora da Aparecida... Para ganhar tem que procurar voto mesmo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá!
Agradeço pelo comentário.
Sua participações é importante para nosso trabalho Granja Ceará.
Obrigado!

*Comentários anônimos poderão ser recusados/excluídos. Por isso use sempre nome e e-mail válido para comentar.

Não faça comentários de cunho preconceituoso, respeite os Direitos Humanos.

Mais acessadas