CELIBATO e VITALÍCIO PAPAL UMA VERGONHA MUNDIAL

por: Cardoso Pontes


imagem ilustrativa/google
Ao inaugurar um dos mais polêmicos assuntos que ainda resistem à contemporaneidade mundial religiosa, buscamos nortear uma linhagem de considerações que tratam sobre os dois mais controversos dogmatismos da História Universal Religiosa, o CELIBATO e o período do VITALÍCIO PAPAL, os quais constituem elementos fadados que necessita serem reformados no âmbito da legislação que preconiza o Estatuto da Igreja Católica Romana.

Portanto, os livros Sagrados de “ Gêneses a Apocalipse” têm dedicado ênfase à grandeza do matrimônio e da família, impondo leis morais para se conduzir a família com zelo, respeito e amor. Fato que desafio a qualquer cristão divergir a existência em toda a linha da Sagrada Escritura Católica Romana, alguma citação bíblica que exalte a proibição ou negação de preceitos doutrinários ao padre, sacerdote ou freira de não poder constituir família através da celebração do matrimônio.


Em verdade nunca encontrei tanta robustez de riquezas acerca do casamento e da família como existe nas linhas sagradas da Bíblia Católica e isso, tem me surpreendido diante da Santa Fé não ter revolucionado ainda um espírito de evolução para postergado estes princípios sagrados invalidando o voto de Celibato de modo que possa alcançar também, a invalidação do vergonhoso regime ditatorial do “Vitalício Papal”, reconhecendo que o sistema monocrático não é mais aceitável na ordem mundial onde se pratica a democracia em todas as camadas da sociedade, nem ousa este perverso regime ditatorial ter mais espaço para atuar neste mundo contemporâneo, pois quem pratica o regime vitalício de poder, é prova irrefutável, inequívoca do cultivo que ostenta o imperialismo ditador e fere severamente a todo o conceito e princípio do Instituto Democrático de liberdade Cristã mundial.

Fato que até agora a Instituição da Igreja Católica Romana tem pecado e tem se verificado uma visível contradição quando se trata sobre o assunto matrimonio no cenário interno da faculdade do pensamento Católico Apostólico Romano, dirigidos aos seus padres, bispos, freiras e sacerdotes seguidores, pois nada na vida terrena pode ser perpetuado, principalmente, quando se trata sobre uma autoridade investida de cargo e poder e isso, a Igreja Católica tem entrado em contradição perante a si e ao mundo. Pois a única razão que entendo de tanta insistência neste preservo regime ditatorial, só pode ser, supostamente, de onerar o obeso e pesado cofre do Vaticano.

Top 5

OPORTUNIDADES: Saiu edital para seleção temporária da prefeitura de Granja/CE

Prefeitura de Granja lança edital para contratação de temporários 2017

Entidades de direitos humanos se manifestam sobre crise no Ceará

LITERATURA: Será lançado nesta quarta-feira o Livro Padre Osvaldo - Coletânea de Sermões