MULHER É ENCONTRADA BALEADA E HOMEM MORTO NO DISTRITO DE PARAZINHO



imagens/Parazinet
Um mistério ronda um sequestro praticado por volta das 14:00h de terça-feira (02) no município de Cruz, distante 246 Km de Fortaleza. Paulo César Rocha, 25 anos, comerciante, foi sequestrado juntamente com sua esposa, Arlete Ferreira Medeiros, 37 anos, por homens que chegaram em sua residência, na localidade de Cajueirinho (pertecente a Cruz), afirmando que eram policiais. O casal foi convencido a entrar em seu próprio veículo, um Golf prata, sob a alegação de que era preciso checar a procedência do veículo na delegacia mais próxima. Por volta das 20:00h, policiais do destacamento de Granja foram informados que havia uma mulher, próximo ao distrito de Parazinho, ferida e pedindo ajuda a um morador da beira da estrada.

Ao chegarem ao local, o Sargento Barros, o Cabo Rodrigues e o Soldado Barcelos, após perguntarem pelo nome da mulher, descobriram, segundo o relato inicial da mesma, que se tratava de uma vítima de sequestro. Era Arlete Ferreira. Bastante assustada, Arlete, com escoriações provocadas à bala nas duas mãos e na cabeça, afirmou que ela e o marido haviam sido sequestrados, levados em seu próprio carro e que depois foram colocados em outro veícuilo, de cor preta. Os homens queriam dinheiro do comerciante.
Ainda segundo ela, Paulo César teria sido colocado no porta-malas e ela no banco de trás do carro preto. Quando anoiteceu, os homens pararam o veículo e mandaram eles caminharem. Nesse momento eles teriam passado a atirar contra o casal. Após os tiros, os sequestradores fugiram do local. Ainda atordoada, Arlete conseguiu se levantar, gritou pelo nome do marido em meio à escuridão, mas não obteve resposta. Foi aí que decidiu sair caminhando em busca de socorro. Ela foi levada pelos policiais para o Hospital de Granja, tendo sido transferida em seguida para a Santa Casa de Sobral. Antes de sair em direção a Sobral, Arlete teria dito, sempre muito assustada, que não sabia precisar o número de homens que praticaram o sequestro. Disse ainda que acha que seu marido está morto. Até o fechamento dessa matéria, Paulo César ainda não havia sido encontrado. 

 A Policia encontrou, por volta das 08:00h, o corpo de Paulo César. Ele estava num matagal, ao lado da estrada, perto da entrada do distrito de Parazinho.

Comentários

Mais acessadas