Eunício cotado para substituir Sarney


Por N. Adiodato Fontenele
Eunício chegará ao Senado ao lado de outro estreante, o petista José Pimentel. Além da derrota do tucano Tasso Jereissati no currículo, Eunício tem a seu favor a experiência de ex-líder da bancada peemedebista na Câmara e de ministro das Comunicações no primeiro governo Lula.A alternativa com a qual os governistas trabalham pode gerar um fato inédito no Senado, de um recém eleito estrear na Casa sentado na cadeira de presidente. O novato cogitado para o lugar de Sarney é o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE). Seria a saída para livrar o presidente LuizInácio Lula da Silva e sua sucessora do temor de que, com Sarney fora do páreo, a presidência do Congresso acabe “caindo no colo” do senador Garibaldi Alves (RN), de perfil crítico e independente, que já deu trabalho ao governo.Ao O POVO, a assessoria de Eunício não confirmou a informação. Acrescentou que, até ontem, a candidatura de Sarney à reeleição era dada como certa. O peemedebista esteve reunido, durante a noite de ontem, com o ex-presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL) e Sarney.

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), pode abrir mão de disputar a reeleição. Hoje, a oposição não lhe oferece resistência e a presidente eleita Dilma Rousseff já deixou claro seu agrado diante da perspectiva de um segundo mandato. O problema é que o senador de 80 anos apresenta um quadro de arritmia cardíaca e revela cansaço.

Comentários

Mais acessadas