Viva o artesão granjense!

Olá pessoal, hoje é o Dia do Artesão!
Nessa data (19/mar), que festejamos São José, não poderíamos deixar de lembrar do nosso trabalho artesanal, feito à mão, com muito carinho para quem aprecia a arte da nossa gente. Estou falando de  homens e mulheres, muitas vezes anônimos, que com leveza, delicadeza e bastante habilidade mantém a chama da nossa cultura acesa.

Em alguns lugares do Brasil haverá programação especial para comemorar o Dia do Artesão. Na minha Granja Ceará, onde a cultura rema contra a maré, para não dizer, contra uma tsunami de incompetência, o artesão é uma espécie ameaçada de extinção. Mas não é por isso que nós vamos esmorecer! Hoje, tirei a manhã para visitar amigos artistas. Ouvi versos na bodega do amigo Adeodato, viu o projeto do jovem poeta Pedro, troquei idéia com o mano do Hip hop Willian. Encontrei jovem desenhando e pintando as paredes de suas casas. Futuros Diego Rivera. É encantador ver a fome por arte dessa galera. Por outro lado, é revoltante saber que nossos artistas não têm incentivo algum para sua prática.


Da palha ao ouro

P8220025.JPG by blog Granja/CE - Lira Dutra
Zequinha, artesão das jóias, em sua oficina/ arquivo Lira Dutra
A palha da carnaúba é um prato cheio nas mãos habilidosas das nossas artesãs, cujo produtos vão desde tucuns (pense no sono gostoso) a vassouras. Porém, engana-se quem pensa que só de palha vive o artesanato granjense!

Granja tem uma estreita relação com a produção de jóias artesanais. Os ourives granjenses fabricam não apenas jóias de ouro e prata, constroem uma aliança da arte com a história, e são referência na região. Cito aqui, meu tio Francinaldo, José Ida, Zequinha, todos meus mestres na arte de transformar ouro em jóia. Não posso esquecer os amigos Ozeias e Diego, esse último hoje, ourives em Brasilia. É Granja exportando artistas!


Arte feminina tem nome
Eu poderia passar a semana inteira listando as artesãs granjenses. Mais a Dona Valquiria e Dona Maria (foto abaixo), são duas mulheres com um enorme potencial artístico capaz de representar nosso artesanato em qualquer lugar do planeta. 

Artesãs D. Valquiria e D. Maria/ arquivo Lira Dutra

Comentários

Postar um comentário

Olá!
Agradeço pelo comentário.
Sua participações é importante para nosso trabalho Granja Ceará.
Obrigado!

*Comentários anônimos poderão ser recusados/excluídos. Por isso use sempre nome e e-mail válido para comentar.

Não faça comentários de cunho preconceituoso, respeite os Direitos Humanos.

Mais acessadas