AGONIA DO RIO COREAÚ EM GRANJA SERÁ TEMA DE ENTREVISTA NA MEIO NORTE

O Rio Coreaú, um dos mais importantes cursos d'água do Ceará, que nasce em Ibiapina, passando por cidades como Coreaú, Moraújo e Granja, desaguando no oceano atlântico, em Camocim, vem agonizando ano após ano durante sua passagem pela terra de Lívio Barreto. 

Em Granja, o Rio Coreaú vem sendo ditzim6ado com a perda da mata ciliar, queimadas criminosas, assoreamento, ocupação indevida e perda da qualidade de suas águas. Para falar sobre isso, o entrevistado desta terça-feira (12), da Meio Norte 93,1 FM, será o ambientalista Inácio Rocha de Araújo Júnior, fundador da Associação Granjense de Proteção ao Meio Ambiente (AMA). Jota Cabeleireiro, de 41 anos, como é mais conhecido, considerado referência na luta por um meio ambiente sustentável em Granja, tem enfrentado inúmeras dificuldades para a implementação de políticas públicas em defesa do Rio Coreaú e do acesso à água de qualidade para a população. No início de novembro, justamente no aniversário da cidade, Jota fez um protesto nas margens do rio para chamar a atenção das autoridades e da população sobre o assoreamento e desmatamento da mata ciliar do velho Coreaú. 

Na ocasião, um vândalo, supostamente ligado à administração municipal, foi filmado fazendo "cavalo de pau" em cima da palavra "luto pelo rio", colocada às margens do Coreaú. A ação foi encarada como uma tentativa de intimidação. O Rio Coreaú ainda é castigado pela falta de saneamento em vários bairros. Sem esse serviço básico, fezes acabam indo parar nas em suas águas. Jota Cabeleireiro falará também sobre projetos de arborização e educação ambiental junto às escolas e a luta por acesso à água de qualidade no município de Granja. A entrevista deverá ir ao ar a partir das 13 horas.

Comentários

Mais acessadas