quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Granja entrou no mapa do trabalho escravo no Ceará

Granja aparece em segundo lugar na lista dos municípios cearenses com trabalho escravo. A noticia parece chocar os visitantes ou até mesmo os granjenses desatentos à realidade do município, mas não é novidade para trabalhadores do carnaubal e, acredita-se, tão pouco para as oligarquias políticas e latifundiárias.

Leia abaixo trecho da reportagem do jornal O Povo sobre o assunto:
"Mais de 560 trabalhadores foram resgatados de situações análogas à escravidão no Ceará desde 2003. Os números deixam o Estado na 18ª posição no "ranking" do trabalho escravo entre estados brasileiros. Foram 63 operações antiescravidão no Estado desde 2003, de acordo com dados do Observatório Digital do Trabalho Escravo no Brasil.  
A poucas horas de viagem do cartão postal da praia de Jericoacoara, o município de Granja é outro que aparece em posição destacada na lista do trabalho escravo no Ceará. Os números são puxados por operação deflagrada pelo Ministério do Trabalho em dezembro de 2013, que resgatou 96 operários em fazendas de pó de carnaúba do Município. Segundo a pasta, trabalhadores não tinham acesso a água potável e trabalhavam sem "condições mínimas" de higiene, sem instalações elétricas ou sanitárias. Eles relataram que bebiam água sem filtragem, em copos coletivos, e que o almoço e o jantar - compostos de apenas arroz e feijão - eram preparados em fornos improvisados de latas de querosene." Leia mais: https://www.opovo.com.br/noticias/brasil/2018/12/paracuru-e-granja-lideram-u201cranking-u201d-do-trabalho-escravo-no-c.html
AcesseObservatório Digital do Trabalho Escravo no Brasil

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Granja receberá exibição de filmes vencedores do 28ª Festival Ibero-americano de Cinema – Cine Ceará

Granja está entre as cidades da região Norte do Ceará que receberá exibição gratuita de filmes vencedores do 28ª Festival Ibero-americano de Cinema – Cine Ceará.

Gostou? Chame os amigos e familiares para essa programação especial de dezembro.

Seis curtas-metragens vencedores da edição deste ano do Cine Ceará - Festival Ibero-americano de Cinema e o curta do projeto Enel Compartilha Animação serão exibidos em quatro cidades da região Norte do Ceará – Amontada (05.12), Acaraú (06.12), Granja (07.12) e Sobral (12.12). Trata-se do projeto Cine Itinerante - 28º Cine Ceará, que teve início no dia 26 de novembro e segue até o dia 17 de dezembro, passando por 20 cidades do estado. Os filmes já foram exibidos em Maracanaú, Maranguape, Horizonte, Paracuru, Beberibe, Fortim e Itaiçaba.

OS FILMES
  • Nova Iorque, de Leo Tabosa (Melhor filme da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem e Prêmio da Crítica/Júri Abraccine) 
  • O Vestido de Myriam, de Lucas Rossi (Melhor Direção da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem; Prêmio Olhar Universitário; Troféu Samburá– Melhor Curta-metragem; Prêmio Aquisição Canal Brasil).
  • Só Por Hoje, de Sabrina Garcia (Melhor Roteiro da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem)
  • A Canção de Alice, de Barbara Cariry (Melhor Produção Cearense da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem) 
  • Plantae, de GuIlherme Gehr (Troféu Samburá– Melhor diretor de curta-metragem)
  • A Vila (de alunos do projeto Enel Compartilha Animação)

LOCAL DE EXIBIÇÃO

Granja – Dia 07.12, às 19h30
CVT Dr. Juarez Cruz de Vasconcelos
Praça Cel. Luiz Felipe (praça do Colégio)
Centro, Granja-CE


O Cine Itinerante - 28º Cine Ceará é financiado pela Secretaria do Audiovisual (SAV) do Ministério da Cultura, conforme Edital 05/2017. Parceria: SECITECE e CENTEC (Maracanaú, Maranguape, São Gonçalo do Amarante, Beberibe, Fortim, Itaiçaba, Amontada, Acaraú, Granja, Quixeré e Limoeiro do Norte). Apoio: Secretarias Municipais de Cultura de Horizonte, Eusébio, Pacatuba, Aquiraz e Guaiúba, e Campus UFC de Sobral, Quixadá e Russas.
O 28º Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC), através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Lei Estadual Nº 13.811), do Ministério da Cultura, via Secretaria do Audiovisual, da Agência Nacional do Cinema (Ancine), do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) e Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secultfor. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e Bucanero Filmes. Patrocínio: SP Combustíveis, M. Dias Branco, Banco do Nordeste, Café Santa Clara e Indaiá. Agradecimentos: Enel e Oi.