Apreensão de remédios sem nota fiscal esquenta clima na Câmara de Vereadores de Granja

política
por: Lira Dutra
*imagem apenas ilustrativa
A apreensão de 612 caixas de medicamentos transportados sem nota fiscal , causa esquentada discussão hoje na sessão da Câmara dos Vereadores de Granja. Tudo começou quando o vereador Nicanor Frota (PSB) leu e comentou a matéria Carga de remédios é apreendida pela CPRV, publicada no dia 07/02/2009 pelo jornal Diário do Nordeste.

Os Policiais rodoviários da Companhia de Policiamento Rodoviário (CPRV), apreenderam, no dia 07 de fevereiro do corrente ano no município de Sobral, um veículo Ecosport carregado com 612 caixas de medicamentos, que segundo o motorista do veiculo, a carga tinha saído do município de Granja. Pode um negócio desse?

O vereador Nicanor Frota, após a leitura da matéria para a plenária, disse que o caso deve ser investigado, se possível pela Policia Federal, e que o prefeito e o secretario responsável pela pasta da saúde dêem esclarecimento à população, mesmo a carga apreendida não tenha saído da Granja. Porém, o nome da cidade foi citado e no caso que envolve recursos públicos.

A vereadora Rosa Helena (PSDB), líder do prefeito na Casa, discordou do vereador Nicanor e levantou a possibilidade da matéria teve sido de cunho político, e que o motorista do veiculo apreendido pode ter sido estimulado a citar o nome de Granja. A vereadora, também, discordou da ideia de o gestor publico e o secretario de saúde se manifestarem sobre o assunto, já que não há provas dos medicamentos terem saído de Granja. E que estranha o vereador Nicanor não ter denunciado o caso na Justiça, já que é, segundo a vereadora, seu hábito.

Em aparte o vereador Nicanor, responde dizendo não fez acusações e seria irresponsável ao fazê-las sem fundamentações, acusou a vereador Rosa Helena não entender as coisas e lembrou que um dos deveres dos vereadores é fiscalizar.

Depois de um clima verbalmente quente entre oposição e situação, o vereador João Batista (PSDB) apaziguou as partes e garantiu que o governo municipal não tem nada a ver com o caso dos remédios contrabandeados. No final da sessão todos os cara colega saíram de sorriso amarelo. Enquanto isso a população escapa no chá, não tem remédio mesmo!

Leia a meteria http://diariodonordeste.globo.com/

Top 5

OPORTUNIDADES: Saiu edital para seleção temporária da prefeitura de Granja/CE

Prefeitura de Granja lança edital para contratação de temporários 2017

Entidades de direitos humanos se manifestam sobre crise no Ceará

LITERATURA: Será lançado nesta quarta-feira o Livro Padre Osvaldo - Coletânea de Sermões