Apreensão de remédios sem nota fiscal esquenta clima na Câmara de Vereadores de Granja

política
por: Lira Dutra
*imagem apenas ilustrativa
A apreensão de 612 caixas de medicamentos transportados sem nota fiscal , causa esquentada discussão hoje na sessão da Câmara dos Vereadores de Granja. Tudo começou quando o vereador Nicanor Frota (PSB) leu e comentou a matéria Carga de remédios é apreendida pela CPRV, publicada no dia 07/02/2009 pelo jornal Diário do Nordeste.

Os Policiais rodoviários da Companhia de Policiamento Rodoviário (CPRV), apreenderam, no dia 07 de fevereiro do corrente ano no município de Sobral, um veículo Ecosport carregado com 612 caixas de medicamentos, que segundo o motorista do veiculo, a carga tinha saído do município de Granja. Pode um negócio desse?

O vereador Nicanor Frota, após a leitura da matéria para a plenária, disse que o caso deve ser investigado, se possível pela Policia Federal, e que o prefeito e o secretario responsável pela pasta da saúde dêem esclarecimento à população, mesmo a carga apreendida não tenha saído da Granja. Porém, o nome da cidade foi citado e no caso que envolve recursos públicos.

A vereadora Rosa Helena (PSDB), líder do prefeito na Casa, discordou do vereador Nicanor e levantou a possibilidade da matéria teve sido de cunho político, e que o motorista do veiculo apreendido pode ter sido estimulado a citar o nome de Granja. A vereadora, também, discordou da ideia de o gestor publico e o secretario de saúde se manifestarem sobre o assunto, já que não há provas dos medicamentos terem saído de Granja. E que estranha o vereador Nicanor não ter denunciado o caso na Justiça, já que é, segundo a vereadora, seu hábito.

Em aparte o vereador Nicanor, responde dizendo não fez acusações e seria irresponsável ao fazê-las sem fundamentações, acusou a vereador Rosa Helena não entender as coisas e lembrou que um dos deveres dos vereadores é fiscalizar.

Depois de um clima verbalmente quente entre oposição e situação, o vereador João Batista (PSDB) apaziguou as partes e garantiu que o governo municipal não tem nada a ver com o caso dos remédios contrabandeados. No final da sessão todos os cara colega saíram de sorriso amarelo. Enquanto isso a população escapa no chá, não tem remédio mesmo!

Leia a meteria http://diariodonordeste.globo.com/

Comentários

  1. A Propria Vereadora Rosa deveria se pronunciar já que a única coisa que ela saber fazer é falar em nome do Prefeito ela é o escudo dele " Interessante" Ela diz que a câmara é a casa do povo, então vereadora o povo e a população de Granja merece respeito, e quem o elegeu foi o povo lembre-se, não se preocupe só com o prefeito não lembre-se de defender o povo. Agora vocÊ abrir a boca e dizer uma asneira dessa cunho politico, você nao leu a matéria já que é tão informada, o carro foi apreendido no distrito de Jaibaras no caminha de quem vai pra Cariré, você conhece alguem de lá do Cariré?

    ResponderExcluir
  2. olá.sou de camocim e pelo o que eu li ai é igual aqui,o ex prefeito de camocim faz de tudo para atrapalhar o prefeito chico vaulino,essa vez ele colocou a mulher dele perdeu com 3.000 votos e dferença,mas sempre fazendo de tudo p ele ser um bom prefeito,ja ai em granja é assim tambem os maus inconformados nao enxergam que perderam ,mas é assim msmo aqui em camocim ja tao se conformando q ue camocim nao aceita mais aguiar nem veras nm coelho.
    obg pelo espaço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá!
Agradeço pelo comentário.
Sua participações é importante para nosso trabalho Granja Ceará.
Obrigado!

*Comentários anônimos poderão ser recusados/excluídos. Por isso use sempre nome e e-mail válido para comentar.

Não faça comentários de cunho preconceituoso, respeite os Direitos Humanos.

Mais acessadas