domingo, 27 de abril de 2008

História do município de Granja Ceará


Devido o projeto Granja: Nossa História, Nossa Gente, da Secretaria Municipal de Educação, aumentou o número de acessos na busca da História de Granja-CE. Então, para atender a necessidade de alunos e professores atualizei essa página, com dados de fontes oficiais como IBGE. Veja abaixo:

Histórico
O povoamento do município de Granja, antigamente chamado Macavoqueira e Santa Cruz do Coreaú, foi dos mais antigos que se procedeu na Capitania do Ceará Grande. Várias tribos habitavam a vasta região beneficiadas pelas ribeiras férteis do rio Coreaú. Nos ídos de 1702, Miguel Machado e seu irmão, receberam, datado de 3 de agosto daquele ano, no Recife, uma doação de cinco léguas de terras com uma de largo na margem oriental do Rio Coreaú, medindo-as o desembargador Cristovão Soares Reimão. Figuram como primeiros colonizadores desta região Portugueses e Baianos que às voltas com os indígenas localizaram-se à margem do rio Coreaú, onde hoje erguida está a cidade de Granja.

A povoação que se chamou também Ribeira do Coreaú, foi elevada à categoria de vila por alvará de 27 de junho de 1776, com a denominação de Granja. Como fatos marcantes que enriquecem a história de Granja destacam-se a inauguração da ferrovia aos 15 de janeiro de 1881 e em agosto de 1889 a visita que fez à cidade Conde D`Eu, neto do Rei da França.


Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Granja, pela provisão de 30-08-1757.
Elevado à categoria de vila com a denominação de Granja, em 1776. Sede na povoação de Coreaú ex-Macavoqueira. Não há certeza quanta à data de sua criação, e sendo em disputa cinco datas de diversos historiadores; são elas: 26-06, 27-06, 29-06, 27-07 e 29-07, todas do ano de 1776.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Granja, pela lei provincial nº 692, de 03-11-1854.

Pelo ato provincial de 29-09-1874, é criado o distrito de Ubatuba e anexo ao município de Granja.

Pelo ato provincial de 06-06-1881, é criado o distrito de Angico e anexado ao município de Granja.

Pelo ato provincial de 13-07-1886, é criado o distrito de Parazinho a anexado ao município de Granja.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 7 distrtios: Granja, Angico, Chaval, Iboassu, Parazinho, Riachão e Ubatuba.
Nos quadros de apuração do Recenseamento Geral de 01-09-1920, o município aparece constiuído de 9 distritos: Granja, Angico, Chaval, Iboassu, Parazinho, Pitombeiras, Riachão e Ubatuba. Pela lei estadual nº 2448, de 30-10-1926, é criado o distrito de São Francisco e anexado ao município de Granja. Pelo decreto estadual nº 193, de 20-05-1931, o distrito de Chaval deixa de pertencer ao município de Granja, sendo anexado ao município de Quixeramobim. Pelo decreto estadual nº 1156, de 04-12-1933, o distrito de Angico, passou a denominar-se Martinopólis.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 8 distritos: Granja, Ibossu, Itaúna, Martinópolis ex-Angico, Parazinho, Riachão, São Francisco e Ubatuba. Não figurando os distrito de Pitombeiras. Pela lei estadual nº 351, de 02-09-1937, o distrito de Iboassú passou a denominar-se São Miguel.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1937, o município é constituído de 8 distritos: Granja, Itaúna, Martinópolis, Parazinho, Riachão, São Miguel ex-Ibossu, Ubatuba e São Francisco.
Pelo decreto estadual nº 448, de 20-12-1938, o distrito de Itaúna, passou a denominar-se Timonha. Sob o mesmo decreto o distrito de São Miguel passou a denominar-se Pessoa Anta e São Francisco a denominar-se Coreaú.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 8 distritos: Granja, Martinópolis, Parazinho, Pessoa Anta ex-São Miguel, Riachão, Coreaú ex-São Francisco, Timonha e Ubatuba. Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, o distrito de Riachão passou a denominar-se Uruoca. So o mesmo decreto o distrito de Ubatuba passou a denominar-se Ibuguaçu e ainda o distrito de Coreaú a denominar-se Paracuá.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município é constituído de 8 distritos: Granja, Martinópolis, Paracuá ex-Coreaú, Parazinho, Pessoa Anta, Timonha, Ibiguaçu ex-Ubatuba e Uruoca ex-Riachão. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 8 distritos: Granja, Ibugaçu, Martinópole, Paracuá, Parazinho, Pessoa Anta, Timonha e Uruoca.

Pela lei estadual nº 3560, de 28-03-1957, desmembra do município de Granja o distrito de Paracuá. Elevado à categoria de município. Sob o mesmo decreto acima citado, desembra do município de Granja o distrito de Martinópole. Elevado à categoria de município e ainda desmembra o distrito de Uruoca. Elevado à categoria de município.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 5 distritos: Granja, Ibuguaçu, Parazinho, Pessoa Anta e Timonha. Pela lei estadual nº 6388, de 03-07-1963, desmembra do município de Granja o distrito de Ibuguassu. Elevado à categoria de município.
Pela lei estadual nº 6387, de 03-07-1963, é criado o distrito de Adrianópolis e anexado ao município de Granja. Pela lei estadual nº 6727, de 05-11-1963, é criado o distrito de Sambaíba e anexado ao município de Granja. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 5 distritos: Granja, Adrianópolis, Pessoa Anta, Sambaíba e Timonha. Pela lei estadaua nº 8339, de 14-12-1965, os município de Granja adquiriu o extinto município de Ibuguassu e Parazinho, como simples distrito.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o município é constituído de 7 distritos: Granja, Adrianópolis, Ibuguassu, Parazinho, Pessoa Anta, Sambaíba e Timonha.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Perfil de Granja Ceará

HISTÓRICO
Data da Criação: 27/06/1776.
Instalação: 27/06/1776.
Toponímia: Homenagem a um Povoado ao Norte do Porto, em Portugal. Um dos Distritos, Ubatuba, teve o nome substituído para Ibuguaçu, que na língua dos Tabajaras Tapuias e Tremembés, habitantes da região, significa "Terra Grande". Variação Toponímica: Santa Cruz do Coreaú, Mocaboqueira e Mocavoqueira, foram seus nomes anteriores.
Padroeiro: São José
Dia: 19/03.
Arquitetura Antiga: Estação ferroviária (1881), Câmara Municipal de Granja (1877), Mercado Público (1878), Cemitério de São João (1878), Igreja-Matriz (1759), Ponte Metálica sobre o rio Coreaú (1881), Solar dos Gouveias, Casarões do início do século XIX.
Fonte:http://www.ceara.com.br/m/granja/index.htm, sitio o por Hildener(Orkut)

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Historieta de Segunda-Feira

Conversa fiada

por: J. Xavier Filho

Estavam os dois amigos a caminhar na Beira Mar quando Carlinhos aproximou-se e foi logo dizendo:

- Vocês estão sabendo o que está se passando com o nosso amigo?

José Oscar e Jorginho disseram que não sabiam, não estavam a par, seria alguma doença grave?

- Não gente! Nada disso! É o Instituto deles, que está ruim das pernas!

- E por quê? Perguntou Jorginho.

- Rapaz eles estão precisando de suporte financeiro e por isso estão numa campanha danada para angariar novos sócios.

Eles disseram, quase ao mesmo tempo, vamos lá, vamos ajudar o IJX!

(Você pode transformar essa brincadeira em caso sério: peça informação de como associar-se pelo email do Instituto José Xavier (institutojosexavier@yahoo.com.br) OU acesse o seu site: http://institutojx.tripod.com/ OU deposite R$ 100,00 – custo da anuidade – na conta do IJX: Agência 3473-8, conta 17.828-4, Banco do Brasil, CNPJ: 06.347.847/0001-23).

terça-feira, 15 de abril de 2008

HINO DO MUNICIPIO DE GRANJA

Letra: Padre Osvaldo Carneiro Chaves

Música: Joaquim Carneiro Magalhães

Quando o sol rasga a bruma da alvorada

Descobre entre perfumes e verdores

Um berço de cortina aurinevada

Coberto por dorceu de lindas cores:

É Granja que nas margens situadas

Do Rio Coreaú, plena de amores

E de encantos, diz ser a pátria amada

Mãe querida que acalma as nossas dores.

( REFRÃO )

Granja de Lívio Barreto

Rica terra abençoada:

Em teu seio é doce a vida,

Terna mãe, Granja adorada


Teu seio é para nós o de mãe pura,

Alenta-nos na dor e amargura.

E dá-nos o calor dos ternos ninhos,

Sentimos-nos felizes, berço amado,

Debaixo deste céu sempre azulado,

Coberto pelo véu de teus carinhos.

Granjenses, pela gloria do Brasil,

Lutar, lutar com fogo juvenil!

( REFRÃO )

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Faleceu Antonio Moreira Batista

Faleceu na manhã de ontem, 13 de abril, o professor aposentado e vereador Antonio Moreira Batista, tambem conhecido como Antonio Marreta, que tambem foi vice-prefeito de Granja em 1986 . O sepultamento acontecerá hoje às 11 horas. Foi decretado feriado municipal.

domingo, 13 de abril de 2008

Curso de piano na Granja Ceará

No município de Granja era grande o gosto pela musica clássica, uma influencia européia. No ano de 1956 tinha o Curso de Piano Heloiza Fortuna, com um total de 57 alunos matriculados, dos quais 18 eram do sexo masculino e 39 do sexo feminino. Dos alunos matriculados apenas 3 mulheres concluíram o curso. A evasão já era um problema na época! Acredito que a iniciação musical não tinha objetivo profissional e sim uma educação musical. Infelizmente hoje não temos iniciativas semelhante na nossas escolas.
Capa de revista Município em Ação publicada em março de 1986, na capa o ex-prefeito e já falecido Eliezer Arruda.
Atenção se você tem algum documento, qualquer documento que faça parte da Historia da Granja nos envie liradutra@gmail.com