15 de dez de 2009

Fundeb não mamãe!


por: Lira Dutra

É um dia a casa vira tapera, outro o telhado despenca. E o grito, que era ordem, poder, vira voz roca, cansada e sem força. Uma espécie de miado de gato asmático. Quem não lembra quando o salário dos professores granjenses era descaradamente descontado sempre depois de uma grande festa nas gestões passadas, que de passado há pouco. E ninguém perguntava nada, ninguém justificava nada, ninguém publicava nada, todo mundo se limitava ao vergonhoso e mesquinho medo. Afinal quem era doido(a) de desagradar os doutores, senhores da prefeitura.

Agora, veja caríssimo(a) leitor(a), o prefeito de minha mãe Granja, bradou para todos bytes ouvirem que queria um tiquim do recheado Fundeb para construir o dique da avenida Beira Rio, destruído pela enchente do Rio Coreaú. De entrada ele, o prefeito, recebeu um carão do Governador Cid Gomes na frente da imprensa cearense. Não se contentando convocou a Câmara Municipal em caráter de urgência para apreciação do projeto que daria direito ao Executivo dá uma dentada no recurso da educação. Acabou degustando uma espécie de recusa dos vereadores e descontentamento dos professores.

O caso, denunciado primeiramente nos blogues granjenses, ganhou os jornais cearenses. E de sobremesa, o Ministério Público entrou em ação e agora "visando impedir irregularidade no uso do dinheiro publico, o juiz federal Marcos Mairton da Silva, também solicitou o bloqueio da conta criada para movimentar os recursos do Fundeb pelo município de Granja, somente sendo possível a utilização para pagamento da folha dos profissionais da educação". Quer mais? “... Com o objetivo de investigar, a Justiça acata o pedido do MPF e solicita ao banco responsável pelo repasse dos recursos, o fornecimento da movimentação financeira da conta do Fundeb nos meses de novembro e dezembro de 2009”.

Com essa do Fundeb a era do mandonismo desavergonhado vai ganhando rédeas. Mas ainda é pouco, muito pouco. Há décadas o município vem sofrendo de arrudite aguda. O povo precisa expressar sua cidadania, sem medo, sem covardia e mesquinharia, seja via blogue, folheto ou outro bicho qualquer. Só não pode é ficar "com a boca escancarada cheia de dente esperando a morte chegar” (Raul Seixas).

Veja também:
Justica impede desvio do fundeb em Granja Ceara

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
Agradeço pelo comentário.
Sua participações é importante para nosso trabalho Granja Ceará.
Obrigado!

*Comentários anônimos poderão ser recusados/excluídos. Por isso use sempre nome e e-mail válido para comentar.

Não faça comentários de cunho preconceituoso, respeite os Direitos Humanos.